Vintage Session – #5 – Filme: Hellzapoppin

O filme Hellzapoppin é uma adaptação do musical da Brodway de mesmo nome. Dois amigos comediantes estão fazendo um filme, mas o diretor não está satisfeito e traz para eles uma jovem escritora que preenche a história com fatos absurdos.

‘Hellzapoppin’ foi indicado para o Oscar na categoria Canção Original.

A cena de Lindy Hop deste filme é o clássico dos clássicos. Impossível assistir uma única vez.
Os músicos Slim Galliard e Slam Stewart, com roupas de trabalho, descobrem alguns instrumentos – enquanto supostamente entregam um pacote nos bastidores – e começam a arriscar algumas notas musicais. Quando outros personagens da cena se juntam à dupla, a sessão de jazz começa. De repente, aparecem na cena alguns lindy hoppers, vestidos com macacões e uniformes, dançando em ritmo frenético. Cada casal realiza movimentos acrobáticos incríveis. Em seguida, o grupo se une para uma coreografia conjunta e a cena é gravada enfatizando o jogo de pernas e a velocidade da dança.

Uma chance para adivinhar o nome do coreógrafo… Além de escolher a sequencia de movimentos, Frankie Manning é o último leader na cena. A rotina apresentada foi originalmente coreografada para a música ‘Jumping at the Woodside’. Mas o Universal Studios não queria ter que pagar a utilização da música de Count Basie; portanto, o diretor musical do filme acabou compondo uma canção original para a cena de dança, encaixando os sons de maneira que enfatizasse alguns dos movimentos dos dançarinos.

Para chegar na perfeição da cena foi preciso muito ensaio. Frankie conta que foi uma semana de encontros diários, com quatro ao cinco horas de duração cada. Foram necessários três dias de gravação, pois o diretor e o cinegrafista precisaram descobrir os melhores ângulos e maneiras de filmar, já que não possuiam experiência com o estilo de dança: rápido e se movimentando pelo cenário. A sequência foi gravada com uma única câmera, diversas vezes; e na edição foram escolhidos os melhores takes da coreografia.

Frankie conta que o único momento difícil foi realizar o passo onde Ann o chuta por trás e ele voa para frente. Mesmo sendo muito crítico com ele mesmo (e com outras questões) em vários momentos, Manning considera a rotina de ‘Hellzapoppin’ a mais precisa já realizada pelos Whitey’s Lindy Hoppers. Na visão de Frankie, a sequência representa quão bem ele se sente enquanto está dançando.

Este filme é considerado o responsável pelo revival do Lindy Hop na Suécia e na Grã Bretanha na década de 80.

Posted in Lindy Hop and tagged , , , , , .